Digite seu e-mail abaixo, e alavanque sua vida – e seu negócio – para o próximo nível!
* Anti-SPAM: Seus dados nunca serão vendidos nem repassados para terceiros.

Aprendizado Estilo de Vida Mentalidade Vídeos Diários

O que é o Minimalismo e Algumas Maneiras Práticas de Aplicá-lo na sua Vida

Por

Quando se fala em minimalismo muitas pessoas podem pensar que se trata de deixar tudo que tem e viver um estilo hippie.

Quem quer empreender independentemente da localização deve se atentar a isso.

Afinal, ter muitos bens materiais pode ser um empecilho para quem procura um estilo de vida como nômade digital.

O vídeo e o artigo de hoje mostram maneiras práticas para ter um estilo minimalista.

Está preparado? Se sim, comece a ler agora mesmo e faça uma ótima leitura!

O que é o Minimalismo e Algumas Maneiras Práticas de Aplicá-lo na sua Vida

O minimalismo é definido como o princípio de reduzir ao mínimo o emprego de elementos ou recursos.

É um estilo simplificado de viver a vida, não tendo tantos bens materiais, possuindo somente alguns itens que proporcionem renda passiva.

Sempre onde vou eu levo os meus pertences, que considero a minha casa.

Foi assim durante a palestra do TEDx UFABC, na qual mostrei no palco duas mochilas que me acompanham por onde vou.

Fiz isso para mostrar que é possível viver com o mínimo possível e que isso não se trata de ser um hippie.

É algo perfeitamente aplicável aos negócios.

Uma das mochilas é específica para equipamentos de trabalho. Nela carrego o drone, filmadora, laptop e microfone.

Na outra levo os meus pertences (roupas e calçados), além de produtos de higiene.

Veja um pouco mais no vídeo abaixo para compreender melhor o assunto:

Vantagens de ser minimalista

Ter um número pequeno de objetos ajuda muito a locomover para diversos lugares, afinal, a carga de pertences é menor.

Ser minimalista é buscar constantemente uma vida simples, sem dívidas e sem excesso de materiais.

Uma das principais vantagens do minimalismo é justamente ter poucas coisas com o que se preocupar, liberando mais espaço e tempo para cuidar de assuntos mais importantes – como um negócio, por exemplo.

Muitos pensam que o sucesso é atingido adquirindo grande quantidade de bens materiais.

Essa visão é passada por grandes meios de comunicação e pessoas famosas, que chegam a exibir o que têm e o quanto têm.

Todos esses bens seriam realmente necessários?

O consumismo é definido como sendo o ato de as pessoas consumirem coisas que não precisam para impressionarem pessoas que não gostam ou não conhecem, muitas vezes com dinheiro que não possuem.

É preciso tomar muito cuidado e não comprar coisas desnecessárias, sendo que várias delas podem acabar consumindo os recursos.

Se você quiser colocar sua vida em uma mochila, pense em levar nela o somente que é necessário.

O minimalismo é um hábito

Não adianta querer levar uma vida minimalista se os conceitos não forem colocados em prática.

Trata-se de algo que deve ser praticado de forma consistente, ou seja, um hábito.

O minimalismo é um exercício constante para manter aquilo que é realmente necessário.

Como você viu no vídeo, a cada 3 ou 6 meses eu separo peças de roupas que não uso e doo para outras pessoas.

Além das roupas, o mesmo é feito com alguns equipamentos, como os quadros, um tripé e o Magic Mouse, que serão doados ou vendidos.

Você também viu meu quarto e que lá há poucos objetos, sendo que as caixas vazias dos equipamentos serão descartadas também.

A quantidade de roupas que tenho é pequena, pois gosto de utilizá-las em série para depois serem lavadas em lote, da forma que foi explicada aqui.

Se você verificar o seu armário de roupas, é muito provável que irá encontrar alguma peça que não usa há muito tempo ou que usa com pouca frequência.

Será que essa peça é muito importante mesmo?

Um outro erro é acumular coisas que não inspiram mais no nosso crescimento.

Uma sugestão para começar a se tornar minimalista é pegar uma sacola e colocar nela peças de roupa que não servem ou que não estão em uso.

Faça o mesmo com objetos que estão encostados em algum lugar, sem uso.

Depois, passe essas roupas e objetos para frente – doando ou vendendo, conforme for o caso.

Tenho certeza que quem receberá ficará muito satisfeito e você irá sentir uma leveza.

Outras coisas que podem ser eliminadas

Até agora falamos de roupas que não servem ou pouco utilizadas e também de objetos.

Se for o caso de você usar certo número de roupas com frequência ou de ter diversos equipamentos para trabalho, há outras maneiras de praticar o minimalismo.

Se podemos trabalhar com o que é essencial, por que iremos acumular aquilo que não serve?

Veja o que pode ser eliminado:

  • Contas que já foram pagas há muito tempo;
  • Aplicativos de celular que não são acessados;
  • Livros da época da faculdade;
  • Instrumentos musicais que não são tocados
  • Programas de computador que não são utilizados;
  • Arquivos no computador que não possuem serventia;
  • Objetos que possuem defeitos e não podem ser consertados;
  • Canetas que não escrevem;
  • Caixas que estão ocupando espaço e juntando poeira;
  • Remédios e alimentos vencidos.

Algumas coisas podem ser doadas, outras vendidas e outras podem ser recicladas.

Tirando essas situações, o resto deve ser eliminado e não justifica ficar guardando por muito tempo.

Antes de você descartar, deletar, vender ou doar, verifique se o item é necessário para você.

Faça as coisas de forma consciente e de tempos em tempos, para que seja um hábito. 🙂

Conclusão

Muitos meios de comunicação passam a ideia de que para ter sucesso é você ter bens e, para isso, é preciso consumi-los.

Na direção contrária a esse pensamento está o minimalismo, no qual são utilizados poucos recursos, somente os que são necessários.

Quando tomamos consciência de que algumas coisas podem atrapalhar nosso crescimento, vemos a necessidade de não mais as termos e de permanecer somente com o essencial.

Preocupando-se menos, é possível ter mais tempo e mais espaço para cuidar do que é principal, do que faz mais sentido,seja qual atividade for.

É um conceito que deve ser colocado em prática, visando maiores rendimentos nas tarefas.

Quem viaja muito, seja por turismo ou a trabalho, deve pensar em um estilo minimalista.

Mesmo quem optar por um estilo de vida mais tradicional também pode aplicar o que foi ensinado no artigo.

No final, o resultado é a simplicidade, que torna as coisas mais fáceis para serem resolvidas

É com você! Participe conosco!

Queremos saber como você lida com minimalismo.

Costuma juntar muita papelada desnecessária? Tem roupas e objetos que não usa mais? Deixe suas respostas, comentando abaixo.

Assine também nosso canal do YouTube e receba nossos vídeos assim que forem postados.

E se este artigo foi útil de alguma forma, compartilhe em suas redes sociais.

Um forte abraço e nos vemos em algum lugar do mundo!

Em prol do seu sucesso,

Marcus Lucas - Assinatura  

“A simplicidade é o último degrau da sofisticação.” – Leonardo da Vinci

Fique Atualizado, É 100% Grátis!

Gostou deste artigo? Então digite seu e-mail para receber atualizações:

Você costuma praticar o minimalismo em sua vida? Comente abaixo e compartilhe sua experiência! 🙂

ARTIGOS RELACIONADOS
OSAKA, JAPÃO

Marcus Lucas, além de Mestre em Sistemas de Informações Globais e Telecomunicações pela Waseda University, Japão, é empreendedor digital nômade e autor, apaixonado por automação de negócios e lifestyle business.

Assine nosso Canal do YouTube!

Assine para receber novos vídeos quando postados no Canal:

Instagram
  • Você já se imaginou criando algo pela internet que permita com que você possa trabalhar de casa ou de qualquer lugar do mundo?Há 10 anos atrás arrisquei criar algo próprio do zero, praticamente enquanto joguei no lixo dois diplomas (um de graduação e outro de mestrado). .E, naquele processo de arriscar, escutei muitos amigos e entes queridos me chamando de louco.Felizmente, apesar dos erros também vieram os acertos.E aqueles que me chamaram de louco agora estão enfurnados em um escritório trabalhando, muitos sendo mal pagos, enquanto posso viajar o mundo e trabalhar em projetos que eu tenho paixão.Portanto, seja louco, meu amigo.#nomadedigital #nomadesdigitais #ganhardinheiroonline #negociosdigitais #empreendedores #negocioonline #viajantes #templos #kiyoto #japao #culturajaponesa
  • Nunca pensei que poderia estar em uma das melhores formas da minha vida aos 35 anos..É quando percebemos novamente que o poder está na nossa mente..Seja para melhorarmos nossa saúde, corpo, relacionamentos ou negócios..Não desista, persista. Você é sensacional!.#osaka #saude #saudeemocional #fitness #transformacao #nomadesdigitais #japão #mudançadevida #mudançadehábitos #academia #nopainnogain #jejumintermitente
  • Such a cute temple. #temple #japan #namba #religion #osaka #spirituality #japanesetemple
  • Study hard play harder. The only westerner in our class. #japanese #japaneselanguage #osaka #osakajapan #japan #language #languagelearning #classmates #classmate #international #internationalfriends

Follow Me!

Fique Atualizado!

Digite seu e-mail abaixo e receba nossas atualizações gratuitamente: