Digite seu e-mail abaixo, e alavanque sua vida – e seu negócio – para o próximo nível!
* Anti-SPAM: Seus dados nunca serão vendidos nem repassados para terceiros.

Mentalidade Negócios Vídeos Diários

A Estratégia de Marketing da Apple que Você Pode Aplicar em Seu Negócio

Por

Existe uma estratégia de marketing que foi utilizada durante a primeira apresentação do iPhone e que muitos empreendedores desconhecem ou não colocam em prática.

Na ocasião, Steve Jobs fez um discurso apresentando um dispositivo que juntava telefone móvel, GPS e navegador web.

Para a época, foi considerado uma revolução, uma vez que os dispositivos mais caros usavam teclado ou canetinha e o iPhone, apenas toque na tela.

Mas o que essa estratégia de vendas está relacionada com seu negócio digital?

Continue lendo o artigo para saber mais.

A Estratégia de Marketing que a Apple Utilizou – e Você Pode Aplicar no Seu Negócio

A apresentação do primeiro iPhone, em janeiro de 2007, foi para demonstrar o funcionamento de um dispositivo que reunia telefone celular, GPS e navegador web.

Até então, nenhum aparelho possuía todas essas três funções.

A tecnologia touch screen, que consiste em tocar na tela para ativar as funções, já existia nos tablets que estavam começando, mas não em telefones.

Outros aparelhos top de linha utilizavam o teclado junto ao telefone ou uma pequena caneta para tocar na tela.

O mais interessante é que essa apresentação foi uma estratégia de marketing adotada pela Apple e com o tempo, as pessoas na plateia passaram a ter desejo de adquirir o produto.

Só que havia um detalhe: o iPhone ainda não estava à venda.

Assista o vídeo abaixo e confira mais detalhes:

Coloque esse vídeo no seu site (copie e cole o código HTML)

Durante a apresentação nada deveria dar errado, especialmente na parte técnica.

Qual foi o procedimento adotado?

O iPhone utilizado por Steve Jobs era um protótipo.

Em sua frente havia uma mesa com vários aparelhos, para que fossem utilizados diversos aplicativos, cada um em uma sessão diferente.

Assim, diminuía a possibilidade de ocorrer algum bug durante a apresentação.

Toda vez que um aplicativo funcionava sem nenhum problema, os membros da equipe técnica, posicionados nos bastidores, ingeriam uma dose de álcool.

Somente 6 meses depois é que o aparelho foi vendido ao público, após todos os bugs serem corrigidos.

O novo aparelho, que podia ser manipulado com toque da ponta dos dedos na tela, foi um verdadeiro sucesso de vendas.

A Estratégia de Marketing da Apple no Seu Negócio

O discurso de Steve Jobs não foi para vender o iPhone naquele momento, pois o mesmo ainda era um protótipo.

O que houve foi uma geração de antecipação, uma estratégia de marketing que possui três finalidades:

  • Avaliar a reação do mercado;
  • Ter tempo para implementar ajustes e melhorias;
  • Aumentar as vendas do produto.

Gerar antecipação fez com que a plateia tivesse um desejo forte de adquirir o aparelho, mesmo antes do início das vendas.

A partir disso, foi possível ter uma noção do número de pessoas que queriam realmente comprar ou não o iPhone.

Como houve uma reação positiva, o próximo passo, antes de iniciar as vendas, foi realizar melhorias no produto.

Neste caso, foi eliminar os bugs.

Essa estratégia de marketing é um processo conhecido como validação de negócios, que foi utilizado em outros lançamentos da Apple, inclusive nas novas versões do iPhone.

Um erro que a grande maioria dos empreendedores comete é criar o produto completo e colocá-lo à venda sem saber se há ou não pessoas interessadas em adquiri-lo.

A consequência, na grande maioria dos casos, é uma grande perda de dinheiro e de tempo.

Existem alguns passos para iniciar um projeto digital.

Primeiramente apresenta-se o conceito do seu produto, quais são as soluções que ele traz e que tipo de problema resolve.

Depois é feita uma avaliação para saber se, de fato, há pessoas interessadas em comprá-lo.

Mesmo sem ter o produto pronto, é possível mensurar quantos estão interessados na oferta e na proposta.

Também é interessante verificar o que pode ser ajustado e melhorado, para depois iniciar as vendas.

A validação de negócios é uma estratégia de marketing que pode poupar muito tempo e dinheiro e ainda evitar frustrações no futuro.

Todo o processo é mostrado com detalhes no nosso Clube de Empreendedorismo.

Conclusão

A apresentação do iPhone por Steve Jobs, em janeiro de 2007, é um excelente exemplo de como a validação de negócios pode ser utilizada como estratégia de marketing.

Se não tivesse ocorrido, provavelmente o pequeno aparelho da Apple seria um fiasco em vendas.

Ou ainda, poderia ter muitos clientes insatisfeitos devido aos bugs dos aplicativos.

Esse processo pode poupar esforços, tempo e dinheiro ao se criar um produto, verificando se a ideia de negócios é viável ou não.

Não importa o tamanho do seu negócio ou da sua empresa, utilize essa estratégia de marketing para saber se há pessoas interessadas em adquirir sua oferta.

E agora que você já tem esse conhecimento, pode aplicar no seu negócio digital!

Compartilhe este artigo, pois assim mais pessoas conhecerão essa estratégia de marketing.

Assine nosso canal no YouTube e ative as notificações para receber nossos vídeos em primeira mão.

Participe também das discussões aqui no blog, deixando seu comentário logo abaixo!

Um forte abraço e vejo você em algum lugar do mundo!

Em prol do seu sucesso,

Marcus Lucas - Assinatura  

Vídeo de referência: Why Everyone Was Shitting Themselves Backstage While Steve Jobs Was Launching the First Apple iPhone (YouTube)

“Você não pode simplesmente perguntar aos consumidores o que eles querem e daí tentar dar isso a eles. Assim que você conseguir construir isso, eles já vão querer algo novo.” – Steve Jobs

Fique Atualizado, É 100% Grátis!

Gostou deste artigo? Então digite seu e-mail para receber atualizações:

Você já utilizou ou conhece algum caso que também utiliza essa estratégia de marketing? Compartilhe conosco, deixando seu comentário logo abaixo! 🙂

ARTIGOS RELACIONADOS
MARCUS LUCAS
CEBU, FILIPINAS

Marcus Lucas, além de Mestre em Sistemas de Informações Globais e Telecomunicações pela Waseda University, Japão, é empreendedor digital nômade e autor, apaixonado por automação de negócios e lifestyle business.