Digite seu e-mail abaixo, e alavanque sua vida – e seu negócio – para o próximo nível!
* Anti-SPAM: Seus dados nunca serão vendidos nem repassados para terceiros.

thumb-cidades-nomades-digitais
Estilo de Vida Negócios

6 Melhores Cidades para Viver Sendo um Empreendedor Digital

Por

Se você é um empreendedor digital jovem, começando um negócio, você precisa de todas as vantagens a que você tem direito.

Isto significa manter os custos baixos e construir vantagens sobre a sua concorrência.

Se a sua empresa é digital, você pode usar a geoarbitragem para desfrutar das vantagens de diferenças de custos entre os diversos países.

Por que começar seu negócio digital no Brasil, onde os preços de aluguéis estão inflados…

E equipamentos (laptop, câmeras, microfones, etc) são 3 vezes mais altos que nos Estados Unidos?

Existem lugares, por todo o mundo, onde você pode viver relativamente bem, por apenas R$1,000-1,500 por mês.

Estes custos de vida mais baratos irão permitir que você poupe mais dinheiro para o crescimento de seu negócio, enquanto aproveita a oportunidade de conhecer novas culturas e trabalha online.

Se contar as pessoas de mentalidade semelhantes à sua  que encontrará pelo caminho.

Mas quais são as melhores cidades para reduzir os custos, curtir um estilo de vida melhor e fazer um networking poderoso com pessoas extraordinárias?

Aqui vão algumas dicas para nômades digitais

6. Shangai, China.

Eu nunca estive em Shangai, mas vários amigos meus já moraram em Shangai como expatriados. As histórias que eles me contam são incríveis.

A vida para os expatriados é excelente, com uma vida noturna ótima: muitos clubes noturnos para os mais variados tipos de música.

Existe oportunidades para expatriados internacionais, e Shangai é muito aberta para estrangeiros que trabalham na cidade.

Sem contar a segurança oferecida na cidade.

5. Berlin, Alemanha.

E o que não é novidade é que o lugar está cheio de nômades digitais.

Desde DJs internacionalmente famosos, até outros artistas e existe fácil acesso ao oeste e leste da Europa. É um bom lugar para a música e tem baixo custo de vida se comparada com todas as capitais européias.

Berlin também é um lugar fantástico para se iniciar uma nova cultura. Soundcloud começou lá, e os nômades digitais pelo mundo todo sonham trabalhar em Betahaus, um espaço de trabalho que aluga mesas por poucos dólares por dia.

Além de ser a capital mais barata na Europa, Berlin também é conhecida como “A Cidade Mais Verde da Europa”, devido às sua abundância de parques, lagos e canais.

4. Cidade de Ho Chi Minh, no Vietnam.

Além de ser uma das cidades mais habitáveis do sudeste asiático, Ho Chi Minh é um ótimo lugar para jovens emprendedores independentes de localização.

De fato, a cidade é cheia de empreendedores expatriados, inclusive formadores de pensamento, como o Dan Andrews, do Tropical MBA.

Você pode facilmente alugar um apartamento perto do centro da cidade por R$1,000 por mês, e também existem muitos expatriados procurando parceiros de quarto.

Com sua grande população, existem muitas coisas para fazer e inúmeras opções de comidas internacionais.

Além disto, a velocidade das redes wifi melhorou drasticamente.

3. Bangkok, Tailândia.

Bangkok é uma cidade clássica para nômades digitais, entre minhas favoritas.

Os preços baratos da cidade, sua comida deliciosa espalhados por toda a cidade, e locais amigáveis têm ganho muitos visitantes por bom tempo.

Adicionalmente, é uma cidade super barata e muito fácil de se ter acesso ao resto da Ásia através de diversos meios de transporte.

Apenas note que Bangkok pode se tornar tão cara quanto qualquer cidade ocidental, se você não souber controlar seus gastos com coisas supérfluas, vida noturna agitada e viagens em excesso.

2. Davao, Filipinas.

Enquanto muitos expatriados zombam da ideia de viver em Manila, muitos nômades digitais estão morando, muito felizes, em Davao.

Existe grande comunidade empresarial, devido a seu significantemente baixo custo de vida sobre as cidades grandes.

Localizada no sul das Filipinas, Davao é um dos lugares mais seguros de Mindanao. Os baixos custos de vida e a atmosfera calma de Davao têm atraído sua parcela de gurus dos negócios online.

Expatriados dizem que a temperatura de Davao é melhor, porque a cidade está livre de tufões e chove mais à noite.

E você pode viver como um rei por muito pouco dinheiro: um apartamento pequeno fora do centro da cidade pode custar apenas R$300-400 por mês.

Deverá sobrar bastante dinheiro para você construir seu negócio, enquanto faz networking com outras empreendedores em Davao.

1. Chiang Mai, Tailândia.

Chiang Mai está no topo das minhas cidades favoritas e de outros nômades digitais que conheço.

Ela é uma das melhores cidades para se viver quando começamos um negócio, por uma simples razão: é barata e oferece um ambiente incrível para todos os tipos de gosto.

Enquanto a Tailândia foi, por bom tempo, um dos destinos favoritos dos expatriados asiáticos, Bangkok tem se tornado um pouco mais cara.

Situada no norte do país, Chiang Mai é uma cidade muito menor e muito mais calma, com serviços de boa qualidade incluindo internet de ótima velocidade.

Impressione-se ao perguntar se o restaurante ou clube noturno que você está possui wifi gratuito. Ainda fico de boca aberta com wifi gratuito em vários lugares inesperados na cidade.

Apartamentos relativamente bons aqui custam ao redor de R$600-1000 por mês, frequentemente com água e eletricidade inclusos, mas apartamentos menores podem ser alugados por apenas R$400 por mês.

Assista a minha palestra no TEDx Talk, em São Bernardo do Campo, onde falo um pouco mais sobre isso:

E porque a Tailândia é uma área forte para empreendedores expatriados, você não deverá ter problemas fazendo networking em Chiang Mai…

Ou para fazer um curto voo para Bangkok, para passar o fim de semana, ou um voo de distância para Koh Samui, ilha paradisíaco onde estou vivendo no momento.

Acima disto, a assistência médica na Tailândia é excelente e extremamente acessível, se fazendo um dos lugares idéias para o empreendedor digital.

Marcus Lucas - Assinatura  

“Em todas as coisas, o sucesso depende de preparação prévia.” – Confúcio

Fique Atualizado, É 100% Grátis!

Gostou deste artigo? Então digite seu e-mail para receber atualizações:

Você já pensou em participar dessa revolução? Participe das discussões nos comentários.

ARTIGOS RELACIONADOS
  • Pingback: 5 Principais Motivos Para Ser Um Empreendedor Digital Nômade()

  • Junior Alfredo

    Trabalhar de casa é o sonho de muita gente. Se antes era um desejo pouco
    acessível, agora vem se tornando uma realidade para profissionais de
    diversos setores, Marcus Lucas qual foi o motivo que te levou a sai do Brasil e morar em vários países e si tornando um Empreendedor nômade Digital?

    • Olá Junior!

      Muito legal a sua pergunta! Fiz 2 intercâmbios profissionais pela AIESEC.org, bolsa de mestrado no Japão pago pelo Governo Japonês, e outros países para apresentar em conferências, estudar ou trabalhar.

      Acredito que seja a busca por aprendizado, buscar oportunidades de negócios e ter maior consciência global. Poder plotar paralelos entre diferentes países, economia, mentalidade.

      Bem vindo a esta nova revolução!

      Grande abraço!

      • Ótima visão do futuro… isso é ter uma mentalidade forte, assim como você disse em outro artigo.

        Tem uma frase que anda comigo e é assim:
        – Não deixe a Revolução que pode nascer de você sufocada atrás da inércia. Amplifique a forma de pensar. Sem limites faça a expansão. E amplie a sua visão.

        Isso eu nunca esqueci, acho que escutei em uma música e é a mais pura verdade. Sucesso sempre !!!

        Abração!

        • Grande Alex!

          Excelente a frase, até anotei aqui.

          Obrigado por compartilhá-la!

          Forte abraço!

          • Aí Marcus, boa noite. Acabei de conhecer seu blog, e achei nota dez, tanto as idéias como também as dicas e o conteúdo de uma forma geral.
            Eu estou escrevendo um e-book, sobre minhas experiências com relacionamentos, truques e dicas sobre esse assunto e minhas bem sucedidas saídas em alguns problemas sabe?
            Agora estou quase finalizando ele e querendo montar um blog. Você acha que é possível viver disso amigo. Eu fui despedido em novembro passado e estou me dedicando bastante sabe? Ninguém acredita que poderei viver do blog e do e-book, qual sua dica e sua opinião verdadeira, se pude me ajudar com suas palavras, agradeço demais.

          • Olá Josemar,

            Seu nicho é de relacionamentos e sedução? Se sim, existe um mercado enorme aí.

            Conheço parceiros neste nicho que não apenas estão obtendo uma renda considerável, mas também estão impactando e ajudando outros homens a melhorar a auto-estima, ter melhores relacionamentos e outros.

            Mas sempre é bom entender as estratégias de promoção e marketing destes produtos, para não ter um problema de ‘back-fire’, o que já vi acontecer.

            Espero ter ajudado, e continue participando!

            Abraços.

          • Sim amigo, com certeza me ajudou. Na verdade, é sobre relacionamentos com pessoas no dia-a-dia, sobre conflitos e manutenção da harmonia nos ambientes, sobre comportamento cordial e boa convivência de uma forma geral, como resolvi esses conflitos, como pude ajudar e dicas sobre influenciar e convencer pessoas…ainda assim você acredita ser um bom mercado amigo?

          • Josemar, é um ótimo nicho sim, mas não tenha só como um nicho qualquer, é uma área que tem se expandido bastante e tem uma alta procura. Se tens experiência nessa área, aproveite esta cavidade aberta para ajudar outros com seu conhecimento. Um Grande Abraço Parceiro.

          • Obrigado pela atenção Alex Brito. Minha ideia é terminar meu e-book e colocá-lo no Hotmart, estou descobrindo essas possibilidades na internet agora, e fico feliz pelo apoio de pessoas como você. Espero que seja um, bom começo. Ainda não sei se preciso criar um blog, mas vou descobrindo aos poucos com o apoio de pessoas bacanas como você.Um grande abraço amigo.

          • Olá Josemar e Alex!

            De fato, estamos criando uma ótima plataforma para conectar pessoas que se ajudam e que possuem mesma mentalidade.

            Muito bacana isso!

            Abraços!

          • Tenho acompanhado o trabalho do pessoal do !Lifestyle, do Bruno, duma galera bacana demais e agora o seu também, e tenho aprendido muitas coisas. Cada informação tem sido muito válida. OBRIGADO.

          • Realmente Marcus… abração.

            – “A pessoa de mentalidade pobre concentra-se na crise, mas aquela de mentalidade nobre procura soluções.”

          • Precisando, pode contar comigo… um grande abraço parceiro e sucesso em seus empreendimentos!

          • Pensamentos assim nos ajudam a levar nossa atitude a um outro nível. Melhorando sempre…

            Abraços irmão.

  • É um sonho que estou lutando por ele viajar uma boa parte do planeta com escritório nas costas a Tailândia é dos lugares que quero conhecer assim como a Filipinas minha crença que isso vai acontecer é muito grande só questão tempo, referente a preços o Brasil é uma vergonha tem um vídeo seu que você mostra o condomínio e valor do aluguel que vc mora se fosse aqui no Brasil o valore seria no mínio 3x mais boa lista de belos locais para nômades digitais =)

    • Grande Edipo!

      Com metas, objetivos, dedicação e esforço é muito possível… fico feliz que eu esteja abrindo o caminho para que mais e mais pessoas possam fazer o mesmo.

      Em relação aos preços no Brasil, realmente é vergonhoso. Nos EUA, para tirar a carteira de motorista, se paga em média R$90. Na Tailândia, em torno de R$50. E no Brasil… R$1,100.

      Bem vindo a revolução, amigo!

      Muito legal sua participação.

      • Rodrigo Padilha

        So corrigindo marcos, a habilitação aqui no Brasil esta 1,300 reais, fora os exames do CFC, e o psicotécnico..somando uns 1,600 reais, aquilo se vc não pagar quebra que sai em media 400 reais pra moto e 400 reais para carro, e vergonhoso mesmo..

  • Marcus, post muito estimulante esse! Já começo ver Berlin como uma boa opção pois meu nicho é a musica. Falar alemão é um desafio, ja que estou aprendendo a falar inglês ainda… mas acredito que já vai dar pra me virar por lá.

    Valeu pelas dicas man! Ainda tenho vários desafios para superar até chegar a esse ponto, mas já dá para começar a elaborar as metas, pesquisar e planejar.

    Grande abraço e tudo de bom!

    • Grande Cristhian!

      Berlin é uma opção muito bacana, tenho vários amigos que vão para lá de vez em quando, e tem uma cena de startup muito boa!

      Em Gdansk, na Polônia, também tem uma cultura bem estimulante de startups.

      Exatamente. Estudo, planejamento e ação. E também, saber lidar com tempos de frustração… também os tenho, mas sempre é bom acalmar, levantar a cabeça e continuar.

      Ótima participação, amigo!

      Abraços.

  • Rafael Abellan

    Realmente a Tailândia é um lugar incrível. Lugar extremamente barato, comida maravilhosa, praias incríveis e um povo super amável. A essa lista eu adicionaria dois outros países onde a relação custo de vida e qualidade são bastante favoráveis: Sri Lanka e Jordânia.

    Grande abraço Marcus e parabéns pelo novo projeto!!

    • Grande Rafael!

      Comida em toda a parte! Não sei como o povo come tanto aqui e não engorda.

      Assim que pegar mais dados relacionados às suas sugestões, adicionarei na lista.

      Todos os lugares que citei, ou já morei ou amigos próximos já moraram.

      Obrigado pela participação na discussão e pelo apoio!

      Grande abraço, amigo!

  • Bacana Marcus é bom saber! E com relação a Coreia do Sul, será que também é um bom lugar? Parece que o WON vale menos que o Real…

    • Olá Rafael!

      O custo de vida na Coréia do Sul é muito mais alto.

      Assim como no Japão, apesar de 100 yens equivalerem a mais ou menos 2 reais e meio, não significa que o custo de vida é mais baixo lá.

      Normalmente, o que faço para ter uma noção geral do custo de vida é comparar com o dólar e avaliar o preço de uma lata de coca-cola.

      Dessa forma, dá para ter uma noção real do lifestyle no país.

      Espero ter ajudado!

      Abraços.

  • Bem legal esta lista Marcus! De todos os países citados o que mais me atrai é realmente a Tailândia. Em Phuket você sabe se é um bom lugar para morar ou passar uma estadia mais longa?

    • Olá Vinicius!

      Depende muito dos seus objetivos… alguns amigos falam que Phuket e um segundo Pattaya.

      Está bem desenvolvido em termos de infra-estrutura, mas muito mais caro e alto nível de prostituição.

      Chiang Mai, apesar de não ter praia, é um dos meus locais favoritos aqui. principalmente por ter uma cena de startup e um grupo de empreendedores digitais bem legais.

      Espero ter ajudado.

      Grande abraço!

      • Valeu Marcus!

        Um dos principais objetivos seria realmente o Muay Thai (e as ilhas rsrs), já Chiang Mai para mim seria tenso, sou viciado em praia, aqui onde moro tem e eu sentiria falta o,O

        Grande Abraço!

  • Olá Marcus!

    Já tenho alguns sites em que ganho alguns “trocados”,
    porém minha dúvida nem é muito com relação a negócios online e sobre viajar.

    Você cita que morou em vários países, mas a dúvida é que não tem um limite de
    meses que podemos ficar fora do Brasil como visitante? É possível renovar
    estando fora do Brasil ou tem que voltar para o BR?

    Então eu juntaria uma grana e moraria em um dos países que
    você cita em seu artigo. Tem alguma dica para me dar? Nunca viajei para fora do
    Brasil… Obrigado pela atenção!

    Abraço!

    • Olá Rafael,

      Normalmente, após 1 ano fora do Brasil é possível que marque você como não residente. Se quiser declarar como não residente, pode fazer isso antes de viajar.

      Você sempre pode ir nos consultados ou embaixadas brasileiras e esclarecer qualquer dúvidas que tenha. Principalmente porque o governo brasileiro adora mudar coisas e dificultar a vida do cidadão.

      Qual dica em específico você precisa, em relação a dicas para viajar para fora?

      Agradeço a participação e fico no aguardo da sua clarificação 🙂

      Forte abraço!

  • Stevie Blog

    Legal as dicas! Estar em ambientes diferentes inspira qualquer empreendedor e mente criativa. No entanto, surgiram algumas dúvidas sobre o aspecto legal e burocrático de tudo isso. Receber dinheiro em um país diferente por uma conta de banco não acarreta na cobrança de impostos? Ou o tempo de estada curto permite uma menor burocracia?

    • Olá Bruno!

      Este é exatamente o propósito deste blog, inspirar pessoas a se libertarem da forma tradicional (e dura) de 8 horas de trabalho diários e… ainda por cima, serem mal pagos.

      Você pode retirar dinheiro através de cartão de crédito internacional ou cartão débito pré-pago.

      O nosso lindo governo, no entanto, retira uma parcela de 6,38% de IOF.

      Colocaram o mesmo imposto na retirada pelo cartão pré-pago, que antes era de menos de 1%.

      Referência: http://economia.estadao.com.br/noticias/economia-geral,governo-eleva-imposto-para-saques-e-uso-de-cartoes-no-exterior,174062,0.htm

      Outras opções é ter empresas offshore e contas bancárias fora do Brasil e vender produtos digitais em outras línguas.

      Agradeço a participação nas discussões!

      Forte abraço.

      • Stevie Blog

        Obrigado pelas respostas!

        Não há também a possibilidade de ter conta bancária fora do Brasil e receber por ela os créditos vindos de vendas do Brasil?

        • Grande Bruno,

          Tem sim. Se interessado, anotarei aqui para fazer um post sobre isso.

          Forte abraço!

          • Stevie Blog

            Opa, adoraria ler algo mais elaborado sobre! Acho muito válido. Obrigado.

            Grande abraço!

          • Olá Bruno,

            Perfeito, anotado.

            Abraços!

  • Só eu que fico com uma vontade louca de sair da cadeira com esses posts aqui?

    • 🙂

    • Victor , Aproveitando engajamento nesse post aqui de nosso amigo Marcus Lucas, sei que fazem 2 anos que postou?

      Cara tu nao pensa em passar um tempo morando fora? Sei que viaja bastante, mas morar em outro país?

      Pergunto, pois isso é uns dos meus projetos, aproveito aqui Marcus Lucas e Austrália meu nobre?

      Baseado na sua experiência, qual contras, pois os prós eu já sei!

      PS: Pena que quando veio a Natal, passou so um dia 🙂

      Forte Abraço!

  • Susana Bittencourt

    Muito interessante. Alguns países a maioria de nós sequer cogitou a possibilidade de ir viver algum dia. É desanimador trabalhar tanto no Brasil, pagar impostos pesados, produtos caros e não ter qualidade de vida. Devemos pensar seriamente na possibilidade de viver em outro país.

    • Olá Susana,

      É triste o rumo que o Brasil está tomando. Acredito que devemos buscar cada mais mais oportunidades, independente do país.

      Afinal, pessoas são fantásticas em qualquer canto deste mundo 🙂

      Forte abraço!

      E obrigado pela participação.

  • Ivo Fio

    Show de bola esse blog, estou me estruturando para seguir esses passos!

    • Olá Ivo!

      Muito legal a sua participação, será sempre bem-vindo no Libertação Digital.

      Bora empreender 🙂

      Forte abraço!

  • Ana Luisa Almeida

    Adorei o blog! Parabéns, Marcus! E sobre o Canadá? Quaisvsuas impressões?

    • Olá Ana,

      Algumas coisas que levo em conta ao escolher países para morar como empreendedor digital nômade são: custo de vida, segurança e possibilidades de crescimento (cursos, imersão cultural, etc).

      Apenas o custo de vida é um pouco mais alto no Canadá, mas fora isso… manda ficha!

      Abraços.

  • Thaís Alvarez

    (: incrível! nunca pensei nestas opções para morar. estou cogitando a ideia de passar uma temporada em barcelona. o que você já ouviu de lá? me acompanha um bebéio de 1a8m. abraços!

    • Olá Thaís,

      Grato pela sua mensagem. Como respondi a Ana, abaixo, levo em conta custo de vida, segurança e possibilidades de crescimento (cursos, imersão cultural, etc).

      Custos diários em Barcelona são altos, então tenha isso em mente.

      Forte abraço!

  • OLA MARCUS! MARAVILHOSA ESTA SUA INICIATIVA DE INCENTIVAR AS PESSOAS A ALÇAREM VOO! PODE PARECER IRONIA, MAS ISTO AJUDA O BRASIL E MUITO EM VARIOS ASPECTOS. AS PESSOAS PROSPERAM E PODEM AJUDAR SEUS FAMILIARES QUE ESTÃO NO PAIS! ALEM DE DEIXAREM DE SER PROBLEMAS FUTUROS PARA O PAIS. TENHO UMA DUVIDO AMIGO! NOS SEU CASO. VOCE TEM UMA EMPRESA ABERTA(REGISTRADA), AI NA TAILANDIA. ABRE UMA NOS PAISES PARA ONDE SE MUDA OU ELA É ABERTA NO BRASIL? COMO VOCE RESOLVE O PROBLEMA DOS IMPOSTOS DE ONDE VIVE? FAÇA UMA POSTAGEM PARA NÓS SOBRE ISTO AMIGO! PARABENS PELO LINDO TRABALHO!

    • Olá Valerius,

      Continuo pagando impostos no Brasil normalmente, já que minha empresa é no Brasil.

      Obrigado pelo comentário!

      Forte abraço.

  • Arthur Peixoto Reis

    Mas como fica a papelada e a questão burocrática para viver legalmente na Tailândia? (por exemplo).

    Ja tenho ganhos consistentes como afiliado aqui no Brasil e poderia tranquilamente cobrir os custos de se viver na Tailandia. Aliás, fazendo as contas me sobraria bem mais dinheiro na Tailandia do que aqui no Brasil!

    E a questão do dinheiro? Como eu poderia usar na Tailandia o dinheiro da minha conta corrente no Brasil ?

    • Olá Arthur,

      Na Tailândia, brasileiros podem entrar sem visto de turista prévio (é pego na chegada) e ficar por 3 meses (90 dias).

      Após essa data, você precisa fazer o visa-run, sair do país e voltar, para pegar mais 90 dias.

      Caso optar, pode pegar um visto educacional, que pode ficar até 1 ano – no entanto, dependendo do curso que for fazer, pode existir algum processo de manutenção e burocracia para extensão (etapas a serem executadas dentro desse período de 1 ano).

      Para morar por mais tempo, depende da localização. Em Bangkok, normalmente existem contratos de 6 meses a 1 ano de moradia.

      Para resgate de dinheiro aqui, nas ATMs (caixas-eletrônicos), você pode utilizar um cartão pré-pago. Passagens aéreas, recomendo cartão de crédito.

      Forte abraço!

  • Flavio Mendes

    Ola marcus,
    Quanto a viver na Tailândia, pensei dessa forma de vive os 90 dias, sair e voltar e renovar o visto. Já estive ai esse ano e gostei muito.

    Você acha que não existe problema de viver assim, meio que sem visto, se a policia pegar por algum motivo? Para alugar apartamento com visto de turista tambem é sossegado?

    Obrigado

    • Olá Flavio,

      Existem uma série de vistos para a Tailândia, incluindo o de estudante (1 ano), o Elite Visa (10 anos), etc.

      Abraços!

  • Handerson Lanzillotta

    Ola Marcus,

    Por favor, quero ir para Chiang Mai, fazer o Visa-Run e ilegal? Eles fazem perguntas na imigração ?

    • Olá Handerson!

      Sim, você pode fazer o visa-run umas 2 vezes. É só não abusar e ter uma passagem de saída do país.

      Abraços!